Sobre o Autor

Felippe Alves

Minha rotina de inspiração para ser mais saudável, criativo e sair constantemente da zona de conforto.

Instagram

  • A corrida em jejum valeu a pena hoje. Só um #bulletproofcoffee e rua! Estava cansado de ontem, mas é ótimo seguir com os treinos, independentemente de qualquer coisa. Esse é um mindset que você leva para todos os aspectos da vida. Tem um bom livro sobre isso chamado Garra ( Angela Duckworth). Um trecho: “ descobri que se você cria uma visão para si mesmo e não se afasta dela, torna-se capaz de realizar coisas extraordinárias na vida. Segundo minha experiência, depois que você cria essa visão clara, são a disciplina e o esforço empregados para mantê-la que fazem com que tudo aconteça. As duas coisas andam de mãos dadas. Só de criar essa visão você já está no caminho certo, mas é a diligência com que você se apega a ela que lhe permite chegar aonde deseja. “. #habitossaudaveis #inspiração #treino #fitness #goodvibes #corrida#nikerunclub #vidasaudavel #bemestar
  • Reflexão do dia. Compartilhe. 😉 #habitossaudaveis #treino #inspiração #fitness #goodvibes #corrida #frases #frasesinspiradoras #frasesepensamentos #vidasaudavel
  • Faz uma semana comecei a praticar ioga pelas manhãs, ainda meio desequilibrado tentando acertar as posturas mas já feliz com a prática. São 20min de atividade física e, ao mesmo tempo, um bom momento de relaxamento. Para quem não sabe nada como eu, estou usando o app Nike training, é excelente! #goodvibes #ioga #inspiração #vidasaudavel #vidasimples #habitossaudaveis #fitness #motivação #dicas #treinoemcasa

Me siga!

Curta no facebook

Autoconhecimento Produtividade e Tempo

Truques para não desistir de um novo hábito

novo hábito
Como podemos manter nosso plano, superar o desafio e dar um tapa na cara da desistência?

Ao iniciar um novo hábito as chances de desistirmos dele em alguns dias é altíssima, rapidamente a empolgação vai embora e cada dia fica mais desafiante. Ainda mais complicado se considerarmos estudos que apontam sendo necessários 66 dias para fazer o hábito “pegar” de verdade. Com toda esta dificuldade como podemos manter nosso plano,  superar o desafio e dar um tapa na cara da desistência?

Truques para não desistir de um novo hábito

A coisa é contigo mesmo.  É preciso tomar uma decisão e fugir dela só irá lhe prejudicar. O modelo que utilizo para entender se devo mesmo desistir ou se, pelo contrário, preciso mesmo é fortalecer o novo comportamento é através de 3 perguntas e algumas ações que vão brotar delas. Um truque simples e fácil de implementar.

Primeiramente, marque um tempo dedicado a pensar neste novo hábito, em um ambiente adequado,  sem interrupções e preferencialmente não no fim do dia, onde sua reserva de energia vai estar crítica. Confie no momento adequado pois será preciso fazer algumas reflexões e uma boa dose honestidade sobre o que espera.

Importante: além do ambiente, você precisará escrever as respostas em algum lugar, uma folha e caneta resolvem bem mas o celular e seu boquilho de notas virtual também valem.Vamos às perguntas!

 

1. Ainda estou motivado a fazer isto?

Esta pergunta não fala de objetivos,  restringindo-se a sensação experimentada. Afinal, o que você esta sentindo em relação ao novo hábito? Você ainda quer mesmo seguir em frente com isto? Escreva o que sente e as barreiras que está enfrentando.  Por exemplo, você quer ir mais na academia mas a preguiça ao chegar em casa esta te dominando. Logo, sua barreira seria a preguiça e baixa energia. O importante é tentar entender melhor se sua vontade ainda é o suficiente perto das barreiras que apareceram no caminho.

 

 

2. Por que eu decidi fazer isto mesmo?

Agora vamos falar de objetivos.  Seja sincero,  por que você decidiu começar o novo hábito? Escreva os benefícios esperados desta mudança de comportamento.

Ao analisar as duas respostas você já poderá decidir se para você  vale a pena ou não seguir com o novo hábito.  Se sim, você segue para a pergunta de baixo.  Se não,  sem problemas. É melhor ser honesto consigo, com isto você encontrará outros comportamentos que fazem mais sentido e terá mais possibilidades de atingir seus objetivos.  Por exemplo, se na pergunta 2 você ainda quer muito perder peso, mas na pergunta 1 você diz que não tem mais motivação de ir na academia,  talvez seja a hora de testar outro esporte ou atividade que tragam este objetivo à realidade.

Mas, se ainda quer insistir um pouco mais no hábito originalmente planejado, vamos para a pergunta 3.

 

3. O que eu posso fazer para facilitar que a mudança ocorra?

Esta pergunta busca explorar sua criatividade aplicando-a de forma que “faça acontecer”. Você pode implementar pequenos truques na sua rotina para manter o hábito rodando, facilitar sugere menos esforço mental para lembrar e menos esforço físico para iniciar alguma ação.  Por exemplo, se você quer ir na academia após o trabalho mas ao chegar em casa se sente cansado, por que   não arrumar um mochila com seu equipamento e ir direto do trabalho para lá. Ou ainda, deixar perto da porta seu tênis e roupa de correr. Ou, quem sabe,  levar comida pro trabalho para não correr riscos de ir a algum restaurante que se arrependa depois.

Já falamos sobre construção de hábitos aqui, vale a leitura para retomar os conceitos, mas como sei que você não quer perder tempo fiz um recap abaixo:

 

1- Encontre seus gatilhos:

O hábito é formado por gatilhos, rotinas e recompensas, como escreveu Charles Doghh em o Poder do Hábito. Tente entender quais os gatilhos que despertam o hábito que quer parar, ou quais gatilhos podem lhe ajudar a realizar um novo hábito.  Por exemplo, toda vez que fica com ansiedade lhe da vontade de comer um chocolate, este é o seu gatilho: ansiedade. Pense em como evitar gatilhos que despertem maus hábitos ou como, após o gatilho, trocar o comer um chocolate por outra atividade como, por exemplo, correr. Pode parecer estranho, mas tudo esta ligado ao que você vai sentir depois, a sua satisfação. Se correr não funcionar, tente outra coisa.

2- Entenda suas recompensas

Após a conclusão de um certo hábito, como o comer chocolate, sempre há uma recompensa. Se você corre, se sente bem. Se você toma café, relaxa. Se você roe as unhas, fica menos ansioso. E esta recompensa vai falar bem alto da próxima vez que for iniciar uma rotina. Então, repare quais recompensas está tendo com a nova atividade e as valorize para manter a rontina ainda mais forte.

3- Crie o ambiente adequado

A motivação que você precisa para começar uma nova rotina pode estar no ambiente. Crie um ambiente ideal para você relaxar e ler, compre roupas que te façam sentir um esportista. Transforme seu local de trabalho ou atividade para receber este novo hábito que está trabalhando. Pode parecer algo inútil, mas pode ser o empurrão mental que você precisa.

4- Tenha disciplina, não quebre a rotina

Mesmo que voce faça só 10% do que havia prometido fazer, faça-o. Deixe seu cerébro se acostumar com a nova rotina e pense nos ganhos no longo prazo. Se for para ficar só alguns minutos na academia, vá mesmo assim. Com o passar dos dias vai ficando mais e mais natural.

5- Acompanhe seu progresso

E para acompanhar seu progresso no novo hábito existem diversos aplicativos que podem lhe ajudar.

 

Escrever seus desejos e dificuldades é um hábito que trará mais percepção e conhecimento sobre seus sentimentos e desejos.  Não deixe sempre de questionar a si mesmo e fique tranquilo sobre mudar, é natural,  necessário e quanto antes perceber mais perto do seus objetivos estará.

 

Até a próxima e melhores hábitos.


Comentários

comments

Sobre o Autor

Felippe Alves

Minha rotina de inspiração para ser mais saudável, criativo e sair constantemente da zona de conforto.