Sobre o Autor

Felippe Alves

Minha rotina de inspiração para ser mais saudável, criativo e sair constantemente da zona de conforto.

Instagram

  • Contando os dias para cair no mar.  Esse foi um daqueles dias que você não esquece, e pensar que já passaram 7 anos. Engraçado como há espaço para gravar os poucos segundos de uma única onda na memória.  #habitos #natureza #nature #photooftheday #amazing #selfie #cool #foco #motivação #determinação #fitness #healthy #saude  #vidasaudavel #academia #bemestar #surf
  • Posso estar cansado, doente, sem tempo, até de ressaca, mas praticar esportes, mesmo que seja um pulo ali na academia, é fundamental pra manter uma vida de qualidade. 5 vezes na semana no mínimo, preferencialmente todo dia, para mim é remédio e suporte para os maiores desafios.  #habitos #saude #qualidadedevida #vidasaudavel  #photooftheday #amazing #selfie #cool #foco #motivação #determinação #fitness #fitnessblog  #academia #bemestar
  • Um pouco de pé na grama e uma brincadeira dos tempos da adolescência. Ainda sei uns truques na copoeira.  #habitos #natureza #nature #photooftheday #amazing #selfie #cool #foco #motivação #determinação #fitness #healthy #saude  #vidasaudavel #academia #bemestar

Me siga!

Curta no facebook

Produtividade e Tempo Trabalho

Ninguém se importa se você trabalha muito

trabalhar muito

Muitas vezes confundimos a sensação de esforço e de trabalhar muito com os resultados do trabalho em si. Após um dia intenso de dedicação pode-se sentir que o dever foi cumprido e que, por tudo que fez,  merece sucesso. Mas esta sensação pode mascarar o que mais importa: o resultado daquela tarefa.   Este processo que passamos é chamado por psicólogos de a “ilusão do trabalho”, em livre tradução.

O economista comportamental Dan Ariely conta em seu blog um caso ilustrativo de um chaveiro que conheceu. Após alguns anos de prática, o chaveiro conseguia realizar seu trabalho rapidamente e, como reflexo de sua rapidez, passou a receber menos gorjetas. Os clientes não viam aquele esforço todo na tarefa e não valorizavam mais tanto seu resultado, que era simplesmente abrir a porta. Aparentemente, quanto mais trabalhoso parace a tarefa mais vamos valorizar os resultados.

É importante não confundir o trabalhar muito produtivo: intenso, eficaz e eficiente, com o trabalhar muito ativolongo, penoso e pouco produtivo. Isto vale ainda mais para funções criativas. Em 2h ou em 8h pode-se chegar aos mesmos resultados criativos e estratégicos, mas a cultura da valorização do grande esforço te diz que se você varar a madruga fazendo aquele projeto terá se dedicado muito mais e, logo, merecerá mais sucesso. Não é incomum que muitas pessoas na hora de requisitar aumentos salariais associem o tamanho do esforço empregado como principal motivo. Claro, o esforço é um componente importante, mas será que estamos dando atenção demais ao esforço e menos ao resultado?

Na realidade, ninguém se importa tanto se você trabalha muito…. e não traz resultados. Toda organização ou projeto, seja lucrativo ou não, visa obter resultados e todo funcionário e dono tem um papel importante neste processo. Trabalho penoso, dolorido e com longas jornadas não necessariamente está associado à obtenção de resultados.

Para quem está estudando vale o mesmo. Estudar muitas horas e não aprender, não memorizar, faz sentido? No final, o que você precisa é passar no exame e estudar muito será somente o meio escolhido.

Avalie se a sensação de dever cumprido quando faz uma longa jornada está lhe iludindo. Isto pode prejudicar sua rotina e trazer consequências. Procure pensar no final do dia: que resultado foi entregue hoje? Quanto avançamos em nosso propósito/objetivo?

Claro que há exceções, principalmente relacionada a trabalhos manuais, operacionais e artísticos. Mas em todo caso, vale pensar: estou sendo produtivo ou somente ativo?
Melhores hábitos e até a próxima!


Comentários

comments

Sobre o Autor

Felippe Alves

Minha rotina de inspiração para ser mais saudável, criativo e sair constantemente da zona de conforto.