Sobre o Autor

Felippe Alves

Minha rotina de inspiração para ser mais saudável, criativo e sair constantemente da zona de conforto.

Instagram

  • Feriado também tem treino.  #habitos #saude #qualidadedevida #vidasaudavel  #photooftheday #amazing #selfie #cool #foco #motivação #determinação #fitness #fitnessblog  #academia #bemestar
  • Contando os dias para cair no mar.  Esse foi um daqueles dias que você não esquece, e pensar que já passaram 7 anos. Engraçado como há espaço para gravar os poucos segundos de uma única onda na memória.  #habitos #natureza #nature #photooftheday #amazing #selfie #cool #foco #motivação #determinação #fitness #healthy #saude  #vidasaudavel #academia #bemestar #surf
  • Posso estar cansado, doente, sem tempo, até de ressaca, mas praticar esportes, mesmo que seja um pulo ali na academia, é fundamental pra manter uma vida de qualidade. 5 vezes na semana no mínimo, preferencialmente todo dia, para mim é remédio e suporte para os maiores desafios.  #habitos #saude #qualidadedevida #vidasaudavel  #photooftheday #amazing #selfie #cool #foco #motivação #determinação #fitness #fitnessblog  #academia #bemestar

Me siga!

Curta no facebook

Saúde

Identifique se sua fome é emocional e fuja das comidas ruins

fome emocional

Estou em uma situação de estresse em uma apresentação final de um curso, fico um tempo razoável sem comer trabalhando duro neste projeto, a situação se finaliza. Vou embora. Então, logo aparece uma vontade gigante de comer algo, mas definitivamente não será qualquer coisa. A fome é muito maior que aquela do dia a dia. Entrego minha sorte para o primeiro Fast Food que vejo… hum vai ser muito bom!

Após se passar por algum estresse e desconforto não é raro aparecer aquela fome de comidas gordurosas ou alimentos que adoramos. Chocolate, hamburguer, bolo da vó, pizzas ou qualquer genérico no seu caminho vão servir para saciar este desejo imbatível.
Uma pesquisa para Psychological Science Journal associou a busca de comidas gordurosas aos resultados do time de futebol favorito de algumas pessoas. Nas segundas-feiras após os jogos, os perdedores comiam em média 16% mais gordura saturada e 10% mais calorias que numa segunda-feira normal. Os vencedores comiam 9% menos gordura que o normal.

Segundo cientistas este tipo de fome está associada aos sentimentos e emoções, forçando-nos muitas vezes a escolhas não apropriadas. São alimentos consumidos com finalidade de trazer conforto ao nosso emocional, os chamados Comfort Foods. Nada contra as delícias de um sorvete ou hamburger sem excesso e até aquela comida da mamãe, mas quando consumido por motivos emocionais, e não só pela apreciação, precisamos estar atentos a este comportamento.
Consumir Fast Foods em excesso faz mal e não é novidade. Escorregar de vez em quando é parte da rotina de muitas pessoas. Mas e quanto ao emocional? Já se perguntou se está consumindo para trazer conforto ao emocional ou era só fome mesmo?

fome emocional

 

Consequências do hábito

A duração do conforto será momentâneo. Por mais prazeroso que seja o alimento, ele não agirá de forma duradoura trazendo tranquilidade e ajuda ao emocional. Acaba na última mordida.

Se você está bem e busca só uma comida saudosista, como aquele prato que comia quando criança, provavelmente você se verá em uma experiência positiva e cheia de boas recordações. Mas, se o estímulo é negativo, o sentimento após ter se esbaldado em uma refeição como esta pode ser algo bem pior do que aquela anterior ao consumo. Gerando sentimentos negativos sobre a auto-estima, culpa,  frustração e arrependimento.

 

Entendendo as diferenças

 

Fome Emocional x Fome física

Fome emocional vem de repente.

Fome física vem gradualmente.

Fome emocional parece necessitar ser satisfeita na hora.

Fome física pode esperar.

Fome emocional tem foco em Comfort Foods.

Fome física é flexível para diversas opções.

Fome emocional não é satisfeita com estômago cheio.

Fome física para quando você está cheio.

Fome emocional desperta sensações de culpa e vergonha.

Comer satisfazendo a fome física não faz você se sentir pior consigo.

Fonte: helpguide.org

Eliminando o hábito ruim

>Entenda os gatilhos 

Entenda os gatilhos que ativam o desejo por estes alimentos, avalie se você busca chocolates e afins quando passa por uma situação de estressante.

 

>Elimine situações
Menos simples, mas fundamental. Elimine na medida do possível situações que lhe geram estresse e desconforto.

 

>Prepare-se
Prepare sua comida com antecedência. Não deixe seu corpo passar fome desnecessariamente, assim você se prepara para a fome emocional não ser tão forte e você tem mais chances de perceber a fome falsa.

 

>Tenha uma alimentação equilibrada
Mantenha uma alimentação saudável na maior parte do tempo. Ela ajuda a manter um bom funcionamento do seu corpo e mente, aumentando sua capacidade de sair-se bem sucedido emocionalmente após uma situação desagradável.

 

>Avalie se é presente mesmo
Evite pensar em Fast Foods como presentes por ter vivido algo difícil. Tente recordar o sentimento ruim que pode vir após seu consumo, seja forte!

 

Enfim, comidas gordurosas  e Comfort Foods podem lhe trazer uma ótima experiência gastronômica, mas convivem fortemente com nossas vontades de fugir de situações negativas, gerando a fome emocional. Perceba sempre se esta com fome mesmo e aja para não cair desnecessariamente em uma alimentação ruim.

Melhores hábitos!

 


Comentários

comments

Sobre o Autor

Felippe Alves

Minha rotina de inspiração para ser mais saudável, criativo e sair constantemente da zona de conforto.