Sobre o Autor

Felippe Alves

Minha rotina de inspiração para ser mais saudável, criativo e sair constantemente da zona de conforto.

Instagram

  • Contando os dias para cair no mar.  Esse foi um daqueles dias que você não esquece, e pensar que já passaram 7 anos. Engraçado como há espaço para gravar os poucos segundos de uma única onda na memória.  #habitos #natureza #nature #photooftheday #amazing #selfie #cool #foco #motivação #determinação #fitness #healthy #saude  #vidasaudavel #academia #bemestar #surf
  • Posso estar cansado, doente, sem tempo, até de ressaca, mas praticar esportes, mesmo que seja um pulo ali na academia, é fundamental pra manter uma vida de qualidade. 5 vezes na semana no mínimo, preferencialmente todo dia, para mim é remédio e suporte para os maiores desafios.  #habitos #saude #qualidadedevida #vidasaudavel  #photooftheday #amazing #selfie #cool #foco #motivação #determinação #fitness #fitnessblog  #academia #bemestar
  • Um pouco de pé na grama e uma brincadeira dos tempos da adolescência. Ainda sei uns truques na copoeira.  #habitos #natureza #nature #photooftheday #amazing #selfie #cool #foco #motivação #determinação #fitness #healthy #saude  #vidasaudavel #academia #bemestar

Me siga!

Curta no facebook

Autoconhecimento Saúde

Guia do Hábito #1: Por que fazer mudanças aos poucos

fazer mudanças

Se você já tentou uma mudança radical e falhou, não se culpe, você só tentou da maneira mais difícil.

Vez ou outra alguém me conta sobre a dieta nova que esta colocando em prática, tem a dieta com pouco carboidrato, a dos homens da caverna, a dieta do chá e outra tantas que minha imaginação sequer julgaram ser possíveis. Soluções radicais para você dar aquele jeito no que você sente que não tem muito jeito. Até parece fazer sentido apelar pra dietas e soluções malucas quando se busca resultados “pra ontem”, mas este caminho cobra um preço alto.

É um sofrimento cumprir uma semana sequer e obter resultados duradouros é ainda mais complicado, quem você não conhece que já desistiu precocemente de dietas e outras mudanças radicais?

Ter um método (aparentemente) revolucionário, ou até um nome legal, não bastam quando estamos falando de hábitos.  Colocar em prática uma mudança radical vai ser sempre o caminho mais difícil para mudar hábitos.

Segundo o doutor BJ Fogg, estudioso de comportamento humano na Universidade de Stanford, a motivação exigida para realizar uma mudança radical tende a cair com o tempo, tornando mais provável a desistência: ” Se você se propor a cumprir uma mudança difícil, precisa sustentar a motivação exigida para atingi-la, pois ela( a motivação) irá cair, até chegar ao ponto que você não fará mais nada do que planejou. Como hábitos são baseados em repetição, você não irá criar hábitos”.

 

O poder do hábito

E se você começasse a passar fio dental em apenas um dente? E se você levasse apenas um prato, só colocasse o travesseiro no lugar de manhã ou só pegasse um pouco de salada no prato? Isto já seria uma vitória. É  um começo, como um passo de bebê que tão breve se torna uma corrida no quintal.  Pode parecer até bobinho, mas acredite faz a diferença.

Quando falamos em criar hábitos, ser radical está por fora. Mudar um comportamento aos poucos é um método muito mais eficiente quando buscamos resultados duradouros. Ao invés de 5kg em uma semana, recuperando os mesmos quilos de volta nos dias sequentes, que tal manter uma boa forma por toda a vida? Devagarinho você vai acostumando seu corpo com aquele comportamento e aproveita os benefícios da repetição. No curto prazo são só mais alguns minutinhos, no longo prazo, a mudança tem um impacto enorme.

Veja abaixo como você pode começar com estes passos de bebê e mudar seus hábitos:

 

– Acredite na consistência

Um passo de cada vez. Para encarar a mudança com mais  chance de se obter sucesso é  preciso ser paciente.  Olhar pra ela com outros olhos, acreditando que a consistência, a repetição diária,  vai permitir que chegue onde deseja. A ansiedade pode te dizer que vai demorar e, sendo sincero, talvez realmente leve um tempo. Alguns estudos recentes defendem que em média levam 66 dias para a formação de um novo hábito. Por isto, é importante ir com a mente preparada: um passo de cada vez.

– Comemorando seus pequenos-gigantes resultados

Dentro do ciclo do hábito, há um componente que o reforça a cada repetição: a recompensa. Algumas vezes pode ser um simples relaxamento,  outras vezes uma sensação positiva de conquista. Charles digg reforça este ciclo no livro O Poder do Hábito. É bastante simples, basta você mandar uma mensagem positiva pra si mesmo no momento que cumpriu o hábito planejado.  Uma pequena comemoração que fortaleça seu sucesso  ( mesmo que seja um sucesso magrinho magrinho, é um sucesso.) Falei sobre isto com mais detalhes neste texto aqui. Então, quando não comer besteiras na sexta repita pra si: você conseguiu, parabéns! Parece bobo, mas é efetivo e não custa experimentar, não é?

– Gatilhos

Uma outra parte do ciclo de um hábito, mais precisamente seu começo, é o gatilho. Segundo o Dr. Fogg a melhor forma de nós apropriarmos deste momento para mudar hábitos e pegando carona nos hábitos que já existem.
Basicamente, você precisa pegar um comportamento existente  e “encaixar” o novo antes ou depois dele. Desta forma, vai ser mais fácil de lembrar do novo hábito e assim criar a mudança. Por exemplo, toda vez que precisar lavar louça, use o momento/hábito existente “levar os pratos até a pia” para começar o novo comportamento. Ficaria mais ou menos assim; toda vez que eu… “levar os pratos na pia” vou em seguida…”lavar a louça que usei”.  Você pode adicionar o novo pequeno hábito antes ou depois dos hábitos existentes, se aproveitando dos gatilhos que já fazem parte da sua vida.

– Preparando o ambiente

Como conseguir seguir uma dieta se sempre acabo indo com amigos no McDonald’s? Como conseguir me organizar nas minhas tarefas se minha casa está sempre bagunçada? Como conseguir ir na academia se ela é longe, o tênis está nas profundezas de um armário e ainda preciso achar a roupa em algum lugar? O ambiente é mais forte do que você imagina.

Preparar ou até escolher  o ambiente que se quer viver está totalmente relacionado com seus objetivos de mudança. O ambiente não necessariamente é só um espaço físico, mas o clima as conversas, as pessoas e tudo que pode influenciar sua rotina. Pense bem em como está seu ambiente hoje e como ele ajuda ou prejudica a mudança que vem planejando. Lembre-se do que falamos no início do texto, quanto mais difícil mais você vai depender da motivação. E você sabe- que fique em off- não da pra confiar muito nela.

– Acompanhando evolução

Tá bom, você começou. Deu alguns passo aqui e outros ali, preparou o ambiente, comemorou as conquistas, está tranquilo que o processo leva um tempinho, tudo indo conforme a cartilha. Mas com o passar dos dias pode se perder onde está no processo, quantos dias cumpriu e quantos não.  Avaliar sua performance é mais uma chance de ter conquistas e vai ser um coadjuvante no processo como um todo. O que não se mede, não se sabe.
Tenho duas sugestões:

1- usar um aplicativo de hábitos
2- usar um papel em um lugar visível. Tenho um modelo em PDF pra você baixar aqui, se quiser.

habitos

Você pode começar a criar um novo hábito agora, com pequenas atitudes, é verdade, mas com enorme potencial. Não se esqueça, da próxima vez que buscar fazer mudanças, vá pelo caminho mais fácil: um passo de cada vez.

 

Até a próxima e Melhores Hábitos!


Comentários

comments

Sobre o Autor

Felippe Alves

Minha rotina de inspiração para ser mais saudável, criativo e sair constantemente da zona de conforto.