Sobre o Autor

Felippe Alves

Minha rotina de inspiração para ser mais saudável, criativo e sair constantemente da zona de conforto.

Instagram

  • Fim de semana incrível, natureza, surf, cachoeira e os brothers.  #habitos #natureza #nature #photooftheday #amazing #selfie #cool #foco #motivação #determinação #fitness #healthy #saude  #vidasaudavel #academia #bemestar #surf
  • Bora treinar!  #habitos #saude #qualidadedevida #vidasaudavel  #photooftheday #amazing #selfie #cool #foco #motivação #determinação #fitness #fitnessblog  #academia #bemestar
  • Fim de semana de surf! O coisa boa!  #habitos #saude #qualidadedevida #vidasaudavel  #photooftheday #amazing #selfie #cool #foco #motivação #determinação #fitness #fitnessblog  #surf #bemestar

Me siga!

Curta no facebook

Hobbies

Como assistir menos TV pode melhorar sua qualidade de vida, #dicas

tmp_2816-children-403582_960_720-723883605

E se você pudesse ter mais alguns anos de vida mudando apenas um hábito?

Ligar e dar toda a nossa atenção à TV se tornou tão automático quanto qualquer outro  hábito de necessidade básica. Apesar que, às vezes, esquecemos de escovar os dentes. Seja pelo fato de precisar  de um breve relaxamento, ou ouvir as novidades da semana, seja por  entreter-se ao descobrir  o final daquela intrigante  história ou para torcer pelo time favorito, assistir TV é  daqueles  comportamentos  que sequer imaginamos  como  seria se não o fizéssemos.

Jogando literalmente com os contrastes, a TV pode ajudar a família socializar, pode informar notícias relevantes ou trazer emoção em uma quarta feira cansativa. Ao mesmo tempo que pode ampliar as distâncias  entre as pessoas, entregar conhecidas ou distorcidas “novidades” e te prender a qualquer jogo ruim quando poderia estar a fazer outra coisa. Olhando além dos benefícios e vilões, a questão recai sobre o impacto do excesso deste comportamento.

Uma pesquisa da Universidade de Mariland afirma que pessoas que assistem a grande carga de conteúdo  televisivo são  mais insatisfeitas  com suas vidas, conectando também  à ansiedade  e maior aspirações  materiais. Já um autor do estudo mais recente sobre o tema revela: “descobrimos que heavy users de conteúdo televisivo reportam menor satisfação com sua situação financeira, sentem-se menos seguros, confiam menos nas pessoas e sentem-se menos envolvidos em atividades sociais”.

O brasileiro passou a assistir ainda em 2015, 6h por dia de TV, dados da Kantar Ibope Media. Veja bem, há muitos bons conteúdos por aí, mas,  ao optar por este entretenimento, o excesso é quase certo e a chance de muito deste tempo ser entregue  a um entretenimento passivo, e que pouco muda sua vida, é  grande.

 

Como mudar este hábito e assistir menos TV

Antes de parar  para avaliar formas de mudar os hábitos é fundamental entender os principais motivos que te fazem assistir TV. Então, em um breve exercício, desconstruí este comportamento em 4 lentes diferentes: relaxamento, informação, conhecimento e entretenimento. Convido você a descobrir esta presença dentro de sua rotina. Vamos lá?

1.Assistir TV buscando relaxamento

girl-1245773_1280

O mito do relaxamento
Até mesmo o tema  do relaxamento é questionável, já  que muitas outras atividades podem gerar o tal do relaxamento com mais qualidade  e carregando outros  benefícios consigo.  Se a ideia é  relaxar por que não  nos entregamos à  meditação,  ioga ou uma boa conversa em família? Mesmo nas refeições, um excelente momento para relaxar e socializar, é  comum haver um acento exclusivo para TV. Como eu sempre digo, não  é  porque algo traz certo benefício que significa ter sido feito para isto ou sequer que seja a melhor fonte para se obtê-lo.

Considerando que ainda valha a pena manter algum tempo no entretenimento  de bons programas, no encantamento de ver boas histórias e até como fonte de informação, podemos utilizar grande parte do tempo que passamos passivos na frente da aparelho para colher mais benefícios, sentir-se melhor  e ser mais produtivo.
Dica: Procure buscar  outras atividades que preencham esta necessidade. Há muitos hobbies que podem te ajudar, post aqui com dicas.
Se ainda assim, não  conseguir evitar  a TV, tente trazer mais socialização a este momento. Sente-se com sua família e assista algo juntos, assim provavelmente vocês irão bater um bom papo sobre o assunto.

 

2. Assistir TV buscando informação

home-1730489_1280

O problema de buscar informação na tv é que você pode acabar caindo nas garras de matérias que exploram determinado assunto mais tempo do que necessário. Às vezes, um determinado crime é discutido e reprisado por horas, se não dizer por dias. Pronto, você já caiu na inércia de ficar parado ouvindo e ouvindo coisas que não te somam mais.

Dica: Hoje em dia é possível se informar cada vez mais rápido e conseguir curar, na medida do possível e necessário, a informação que chega até você. Há ótimos canais jornalísticos online e aplicativos que podem lhe enviar diariamente as notícias que tem mais interesse. Com mais tempo para fazer isto você tem a chance de avaliar mais de uma fonte e ficará longe da tv.

3. Assistir TV buscando novos conhecimentos 

Não é o mais óbvio, mas muitas pessoas ainda buscam conteúdos educativos por lá. Sem dúvida, há canais excelentes, mas estar disponível para o que estiver passando naquela hora pode ser uma armadilha e te prender por muito tempo em conteúdos que nem são tão interessantes assim.

Dica: assista canais do youtube com palestras e conteúdos bem curados. O TED por exemplo, tem até um app que te ajuda avaliar, escolher e assistir conteúdos incríveis.

 

4. Assistir TV buscando entretenimento

/Filmes, Séries, programas e novelas

assistir menos tv

Privar-se de bons conteúdos não  é  justificável. Sendo assim, planeje bem o que vai assistir. Assim você faz um bom filtro  antes e consegue utilizar  horas no que mais lhe agrada, não caindo na inércia  de sentar e assistir “o que estiver passando”.

Dica #1: Uma sugestão  é  fazer uma lista de filmes  que gostaria de ver. Se possível,  pegue  recomendações com seus amigos. Por exemplo, eu criei a “regra” de ver no máximo 4h de conteúdo  audiovisual  por semana, assim tenho mais tempo para outras atividades que gosto mas que acabavam ficando em segundo plano pros mais novos capítulos  das séries  que acompanho. Então,  para usar estas horas com  qualidade, faço  um bom filtro do que vou assistir.

Dica #2:

Um bom livro pode ajuda a preencher esta lacuna e ainda trazer  diversos benefícios. Você estimula sua imaginação, tem mais tempo para racionalizar sobre o conteúdo e aprender mais com ele.  E assim como qualquer bom conteúdo, vai se tornar mais um tema para seu próximo  encontro com os amigos. É  incrível  o que podemos descobrir em um livro. Procure livros sobre temas que são de grande interesse e normalmente sobre conteúdos consumidos na TV. Passeio pela livraria, pegue dicas com amigos, é possível encontrar, por exemplo, grandes obras sobre futebol, culinária e humor

 

/Esportes

futebol

Torcer é  algo realmente divertido. Toda a emoção  que sentimos na gangorra de um jogo bem disputado, de um campeonato de qualquer modalidade pode entreter-nos  por horas. Quem  não ficou  grudado assistindo dezenas de partidas  das olimpíadas pela TV? Mais  uma vez, o importante  é  ter equilíbrio para não  fazer só  isto, abstendo-se de outras atividades  que valoriza.

Dica: A sugestão  é  tentar se planejar  também  para os eventos que quer assistir  e , com esta  informação, você pode fazer duas coisas. Uma delas é  filtrar melhor o que vale a pena mesmo ver,  assim você  vai cair menos na armadilha do “vi porque estava passando”. Já  vi muitas partidas do campeonato alemão de futebol ( que sequer acompanho) porque simplesmente estava passando. Nem vale falar para os 14 mil replays do mesmo gol ao longo de horas  de debate futebolísticos no meio da tarde. A segunda alternativa  é  transformar a partida em um evento. Convide  todo mundo, aproveite o tema para estar perto de quem gosta.  Lembro-me que ótimos momentos da minha família se passaram enquanto assistíamos juntos uma partida de futebol.

 

Resumindo,  ver TV demais vai consumir alguns anos da sua vida, podendo  trazer insatisfações  diversas e o uso pouco produtivo  do único  tempo que dispõe.  Então, aproveite  o que tem de bom ao máximo e não caia nas armadilhas do play indiscriminado. Você  quer fazer o quê com que estes 14 anos a mais?


Comentários

comments

Sobre o Autor

Felippe Alves

Minha rotina de inspiração para ser mais saudável, criativo e sair constantemente da zona de conforto.